segunda-feira, março 06, 2017

1 de março




Discurso de 1 de Março

No último dia 1 de Março comemorou-se o dia da cidade de Tomar junto segue a intervenção do Presidente do PS Tomar em nome do Grupo Municipal do Partido Socialista. Por cumprimento do limite temporal o mesmo foi mais curto na cerimónia.

Exma. Sra. Presidente da Câmara Municipal de Tomar, Dra. Anabela Freitas na sua pessoa saúdo as senhoras e senhores vereadores, assim como as mulheres e homens que trabalham diariamente no município e nos serviços municipalizados, e que todos os dias dão o melhor de si na defesa do interesse público e do concelho de Tomar. Aproveito ainda para sublinhar a importância simbólica de pela primeira vez termos uma mulher a dirigir o município. A igualdade de género é uma realidade e todos devemos ser escolhidos em pé de igualdade, não devemos aceitar barreiras e preconceitos.

Exma. Sr. Presidente da Assembleia Municipal, Professor José Pereira na sua pessoa cumprimento todas as senhoras e senhores deputados municipais. A Assembleia municipal é o garante da pluralidade democrática e do debate político no seio do concelho. Podemos e devemos divergir nas opções para o concelho, mas não devemos permitir que a intolerância nos leve a criar muros, onde devem existir pontes.

Exmos. Senhoras e Senhores Presidentes de Junta de Freguesia num período em comemoramos os quarenta anos do poder local democrático nascido das eleições de 12 de dezembro de 1976 os autarcas de freguesia representam esse espirito de abnegação ao serviço público. A política de proximidade para os vizinhos, o assumir de responsabilidades e o lutar pelo bem das freguesias sem pedir nada em troca é a marca. Esta é a herança de 40 anos que todos reconhecemos aos autarcas de freguesia. Quarenta anos de empenho em prol do desenvolvimento do concelho.

Cumprimento as instituições, as entidades oficiais, as coletividades do concelho (com especial enfoque para as que hoje vão ser homenageadas),os homenageados que muito dignificaram o concelho ao longo de décadas e décadas, além de todos os cidadãos aqui presentes. Uma palavra para a comunicação social garante da liberdade de informação, não devemos esquecer as décadas em que um lápis censor impedia a liberdade.

Hoje comemoramos mais um 1 de Março 1160 data da fundação do Castelo de Tomar pelo Mestre D. Gualdim Pais, o mesmo que em 1190 venceu o cerco nesta cidade pelas forças do Califado Almóada. Esta origem templária numa ordem que teve como último grão mestre Jacques de Molay perseguido e morto pelo rei de França Filipe o Belo deve ser um orgulho para Tomar. Os Templários deram depois origem em Portugal à Ordem de Cristo, que muito contribuíram para o futuro e História de Portugal dando novos mundos ao mundo.

Tomar cidade templária é a nossa marca. Tomar uma terra das luzes e do conhecimento, respeitando a ancestralidade dos construtores de templos que escolheram Tomar para a sua sede templária. De Gualdim Pais a Lopo Dias de Sousa somos nós os seus herdeiros e guardiões do templo.

A História é a ciência que estuda o Homem no seu tempo e espaço, dessa forma é fundamental para compreender o presente e o futuro do nosso concelho. Este é o tempo presente, e por isso saúdo que pelo quarto ano consecutivo tenha sido possível celebrar esta data, assim como o 25 de Abril com a dignidade que merecem, espero que no futuro não nos esqueçamos de celebrar o passado e o presente.

Este é o tempo de homenagem aos homens e mulheres que construíram a nossa grande festa. A festa dos tabuleiros. Foram milhares os que trabalharam ao longo dos anos na festa e em cada uma das freguesias do concelho, mas como não pudemos homenagear todos que se homenageei em seu nome, os mordomos da festa maior, a festa do Espirito Santo. A festa dos tabuleiros merce ser classificada património mundial imaterial pela UNESCO, algo que deve ser trabalhado e unanimemente considerado como objetivo de todas as forças vivas do concelho. O prémio que recebeu este ano é fruto do trabalho e do empenho de todos os tomarenses, e a todos sem exceção deve orgulhar.

Tomar é um concelho do conhecimento e da inovação, respeitando a velha tradição templária como é demonstrativo o trabalho dos dois agrupamentos de escolas e do Instituto Politécnico de Tomar. Mas não devemos estar satisfeitos devemos ter capacidade de inovar e responder a todos os desafios como é também a formação profissional e a escola profissional. Tomar deve atrair os melhores, mas dar espaço a todos no seu processo de aprendizagem como seres humanos e cidadãos.

Tomar é um concelho que junta a diversidade e a realidade das localidades das 11 freguesias que o compõem. Do Vale Meão aos Soudos, da Roda Grande aos Montes, do Alqueidão à Carregueira ou das duas Vilas novas do concelho. Esta multiplicidade só pode ser encarada como uma mais-valia. Um concelho de forte tradição militar, banhado por dois rios, com o atravessamento de duas linhas ferroviárias e várias estradas importantes, e até uma base área só pode ser um concelho especial. Um concelho que soube também festejar e bem os forais dos seus antigos concelhos de Asseiceira e Paialvo.


Mas também olhemos para os problemas, o acesso aos cuidados de saúde é historicamente um dos mais sensíveis no nosso concelho, no último ano foi possível a reabertura do internamento em Medicina Interna no nosso Hospital. É uma boa notícia? É certamente, mas continuamos a querer mais do nosso serviço nacional de saúde, onde todos os cidadãos do nosso concelho tenham acesso a médico de família e às urgências que necessitam, independentemente da sua origem e extrato social.


Tomar é uma cidade de turismo por excelência. Nas nossas ruas assistimos com gosto a ver cada vez mais turistas. É importante por isso salvaguardamos o nosso património, como é o caso das intervenções na Sinagoga ou no Aqueduto dos Pegões, onde sublinhe-se a atitude proactiva da Câmara Municipal foi aplaudida pelo ministério da cultura. Mas também o turismo natureza é estratégico para Tomar. A ligação ao nosso ex-libiris Convento de Cristo é uma necessidade e uma aposta de todos.

O Rio Nabão e o Rio Zêzere dotam o concelho de diversos pontos de interesse e que nos dão vantagens comparativas com outros concelhos. Saibamos nós aproveitar a nossa riqueza ambiental. Mas os recursos naturais também nos dão uma imensa mancha floresta que deve ser economicamente e ambientalmente sustentáveis. Os fogos de Verão são uma calamidade, mas aproveito para cumprimentar os soldados da paz do nosso concelho na pessoa do senhor comandante Carlos Gonçalves pelo trabalho desenvolvido para salvar vidas e bens.

Os caminhos de Santiago parte integrante do eixo estratégico do turismo nacional, através do turismo religioso são oportunidade para Tomar, assim como a proximidade geográfica com Fátima pode e deve ser aproveitada em ano de centenário das aparições, e com o mundo em cima da visita do Papa Francisco.

Tomar é também um concelho de desporto e onde sugiram grandes atletas. Os olímpicos como os anteriormente homenageados, os campeões de múltiplas modalidades do futebol ao hóquei, da ginástica ao judo, do badminton à patinagem, do ténis de mesa à da natação ou do atletismo ao halterofilismo, como é demonstrativo de um dos homenageados de hoje, entre tantos outros desportos, e até um dos heróis dos magriços de 1966 em Inglaterra que hoje homenageamos. Só a Inglaterra nos bateu nesse mundial, onde entre outras equipas deixamos para trás o Brasil de Pelé e Garrinha dois dos melhores jogadores de sempre, e a URSS de Yanshin o melhor Guarda Redes de todos os tempos. Tomar também aí esteve representado. O ecletismo é sinónimo de desporto em Tomar, desporto que deve ser para todos e para formar jovens, independentemente da sua origem social.

Mas Tomar também é sinónimo de desenvolvimento económico. A captação de empresas e de investimentos é um dos maiores desafios de uma autarquia do interior do país. É preciso saber reinventar e procurar oportunidades. Só essa aposta pode permitir em conjunto com o turismo, a criação de emprego, vital para o futuro do concelho. As pessoas só se fixam com emprego, e o desafio demográfico é o maior desafio da nossa região.

Tomar também tem der ser um concelho de solidariedade social. Um concelho inclusivo e para todos. Enquanto tomarenses como todos nós, não tiverem habitação, ou condições básicas de sobrevivência a nossa missão enquanto comunidade está incompleta. Muito tem sido feito nesta matéria, como demonstra o reconhecimento pela primeira vez como autarquia familiarmente responsável. Mas o social deve continuar a ser uma prioridade.

Este é o tempo do futuro. O tempo de Tomar. Viva Tomar.

Hugo Costa

sexta-feira, fevereiro 24, 2017

Comunicado


Face a um conjunto de acontecimentos continuados, o Partido Socialista vem a público manifestar a Anabela Freitas, à câmara e a todos os funcionários municipais total solidariedade contra a sucessão de ataques caluniosos que têm vindo a ser alvo nas redes sociais por parte de protagonistas usais nestes comportamentos medíocres de quem julga ser capaz de ludibriar a população.

Num mandato cheio de dificuldades, onde quase tudo tem sido necessário fazer de raiz, mandato marcado pela reestruturação financeira e a aposta nas questões sociais, onde, sem qualquer financiamento comunitário se conseguiu já baixar a dívida municipal em mais de 10 milhões de euros, situando-se agora na casa dos 23 milhões; tentem alguns de forma injuriosa baralhar os munícipes através de estórias mal contadas, minudências e mesmo mentiras descaradas, mesmo que muitas vezes já clarificadas, como o caso da multa infligida à presidente. Multa essa, lembre-se, motivada na origem por assunto antigo e recorrente que levou já inclusive à condenação de uma junta de freguesia em algumas centenas de milhares de euros.

Porque não pode valer tudo, e defendemos a política enquanto atividade nobre, denunciaremos sempre a mentira, a calúnia, as tentativas de manipulação da opinião pública venham por parte de quem vierem, dentro de partidos ou fora, de qualquer outra instituição ou cidadão particular.

Nesse sentido, a bem da responsabilidade e da dignidade dos órgãos e das instituições, é preciso repudiar veementemente as atitudes da vereadora em substituição do PSD, na qual diga-se, não acreditamos que a generalidade dos simpatizantes desse partido se reveja, quando de forma reiterada partilha nas redes sociais difamações para as quais tem mais dados que o cidadão comum e a obrigação, se souber ler os documentos, de conhecer o conteúdo dos mesmos, o que significa que mente de forma objetiva.

Percebendo o rumo que as coisas levam, não podemos deixar de, como sempre, apelar à elevação e a dignidade da campanha que, como se demonstra já se iniciou, e de forma bem negativa. Queira-se sim discutir ideias, valores e projetos, a bem de Tomar, e sempre com respeito aos outros e à Verdade. No PS continuaremos, como sempre, a trabalhar por Tomar e pelos tomarenses.


O Secretariado do Partido Socialista de Tomar, 24 de fevereiro de 2017

terça-feira, fevereiro 14, 2017

Almoço PS Tomar




 

No passado dia 11 de fevereiro o Partido Socialista de Tomar realizou o seu tradicional almoço de ano novo que costuma decorrer entre Janeiro e Fevereiro. Desta feita o almoço de convívio decorreu na freguesia de S. Pedro na continuada linha de descentralização e contou com uma presença expressiva de amigos do PS Tomar superior a centena e meia entre autarcas, militantes e simpatizantes. No almoço era evidente uma grande força e espirito de confiança e unidade e determinação para os tempos árduos de trabalho que se avizinham.

 

No decorrer do almoço foram divulgadas mais duas novidades sobre as autárquicas a realizar no final deste ano. O Presidente do PS Tomar, Deputado Hugo Costa, referiu que vai propor na próxima reunião de Comissão Política o professor José Pereira, atual Presidente da Assembleia Municipal de Tomar, como candidato a mais um mandato na liderança do órgão. A isenção e a capacidade de construir consensos, é uma marca indiscutível do atual mandato, e dessa forma a confiança dos tomarenses certamente será mantida.

 

A outra novidade foi o convite público ao atual membro da Assembleia de Freguesia de S. Pedro, Vítor Ferreira para uma nova candidatura à presidência da freguesia. Ocasião preciosa para relembrar que as principais obras na Freguesia são da responsabilidade do Município, sublinhando-se que hoje Vítor Ferreira está muito mais bem preparado para liderar os destinos da Freguesia.

 

Na sua intervenção, Hugo Costa aproveitou ainda para recordar processos como o Parque T, ou da Escola Raúl Lopes que custaram muitos milhões de euros ao município (muito acima dos que estavam previsos, já si volumosos) numa gestão financeira completamente errada nos anos de governação do PSD. Depois, aludiu a algumas das obras mais significativas concretizadas pelo executivo como os asfaltamentos em todas as freguesias, a estrada do Contraste, a ponte do Carril e o mercado. Por fim, relembrou ainda que foi possível com o seu empenho e da Câmara Municipal, devolver a valência de internamento em medicina interna ao Hospital de Tomar que o PSD tinha encerrado.

 

Posteriormente, ao intervir o presidente da Federação Distrital, deputado António Gameiro, sublinhou a força e determinação da candidata Anabela Freitas, quer como autarca ou enquanto mulher. E para que não restassem duvidas ou se esqueça a realidade voltou a sublinhar com clareza o calamitoso estado financeiro em que o município de Tomar estava em 2013.

 

A última intervenção ficou a cargo da Presidente de Câmara Municipal Anabela Freitas. Num discurso cheio de confiança no futuro, relembrou as inúmeras obras nas 11 freguesias do nosso concelho, baseadas no princípio da igualdade, prática tão querida aos socialistas. Uma conduta também seguida com a aposta reconhecida nacionalmente nas políticas sociais na resolução de questões com mais de quarenta anos (quase meio século). Claro, lembrando ainda a diminuição da enorme divida do município de Tomar ao longo do mandato, em que encontrou alguma dela escondida.

 

Anabela Freitas foi muito aplaudida, apoiada, e solicitada pelos presentes num almoço, em que  a JS Tomar através da sua coordenadora Sara Costa aproveitou para homenagear todos os ex-líderes da JS desde 2004, ou seja: Hugo Cristóvão, Hugo Costa, Susana Faria e Nuno Ferreira.

 
 

segunda-feira, fevereiro 06, 2017

Apresentação de Carlos Rodrigues - Freguesia da Asseiceira


O Partido Socialista de Tomar apresentou a 4 de fevereiro perante uma sala cheia o seu candidato à freguesia de Asseiceira, o atual Presidente Carlos Rodrigues. A ação decorreu na empresa “Caça Brava”, que para os intervenientes é um símbolo de vitalidade e desenvolvimento económico não só no concelho, mas também na região. Um exemplo a nível nacional do aproveitamento dos recursos cinegéticos para a economia.

 

A primeira intervenção ficou a cargo do deputado e Presidente do PS Tomar que sublinhou a qualidade do mandato de Carlos Rodrigues na Junta de Freguesia. Hugo Costa relembrou as obras na freguesia, as comemorações históricas do foral, o apoio ao funcionamento do centro de saúde de Santa Cita (que salientou ser da responsabilidade do poder central) e concluiu a sublinhar a importância da aprovação do projeto do Centro Escolar pelos fundos comunitários, ao contrário da anterior gestão financeira do município que deixara passar o prazo no âmbito do anterior quadro comunitário.

 

Usaram da palavra ainda numa lógica de colaboração intermunicipal os Presidentes da Câmara do Entroncamento (Jorge Faria) e Vila Nova da Barquinha (Fernando Freire) que reforçaram as qualidades humanas de Carlos Rodrigues. No caso de Vila Nova Barquinha foi referida a cooperação nos eventos do Foral e as parecerias com o Município de Tomar sobre os caminhos de Santiago, um assunto durante décadas esquecido.

 

A Presidente da Câmara Municipal de Tomar, Anabela Freitas frisou os investimentos a realizar em breve na Freguesia, nomeadamente no Centro Escolar da Linhaceira no valor de 1 milhão e 660 mil euros, e a abertura de um posto de atendimento ao cidadão na Asseiceira. A autarca e candidata do PS a continuar o trabalho na Câmara Municipal realçou que todos os investimentos, em todos os lugares da freguesia, nestes tês anos, foram feitos em parceria, desde as infraestruturas aos eventos culturais e também na área social.

 

O Presidente Carlos Rodrigues realçou na sua intervenção as relações humanas e a importância da família no seu trabalho. Realçou também o salto qualitativo que a freguesia deu nos últimos três anos. Lembrou os valores financeiros aplicados que foi possível disponibilizar sempre com total apoio do Município, sobretudo no novo pavilhão da ACR da Linhaceira, os investimentos no pavilhão da ACR de Santa Cita, o novo centro cultural na Asseiceira, as comemorações do foral de Asseiceira, o apoio ao funcionamento de centro de saúde de Santa Cita, as obras nos cemitérios, a melhoria da rede viária em toda a freguesia em lugares tão diferentes como Grou, Roda Grande e Roda Pequena, ou a recente criação da comissão social de freguesia. Por fim Carlos Rodrigues acentuou a importância de reforçar o rumo que leva à construção do Centro Escolar da Linhaceira cujo concurso para obra será lançado em breve.

 

 



segunda-feira, dezembro 05, 2016

Jorge Seguro Sanches em Tomar



Em mais uma organização da Concelhia do Partido Socialista de Tomar no passado dia 2 de dezembro no edifício da antiga Freguesia de Santa Maria dos Olivais decorreu uma ação subordinada ao tema “Tarifa Social e Políticas Públicas na Energia”, com a presença do Secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches.
As boas vindas ficaram por conta do deputado e Presidente do PS Tomar Hugo Costa, que salientou a relevância do tema, e da Presidente de Câmara Anabela Freitas que destacou a necessidade da energia ser mais barata pelo peso que tem na economia, mas numa outra ponderação relativamente aos territórios onde estão situadas as várias estruturas como o facto de Tomar possuir a Barragem do Castelo do Bode.
 O destaque para a intervenção do Secretário de Estado foi para a Tarifa Social na Eletricidade que hoje abrange 700 mil famílias, mais de 2500 só em Tomar. Defender os consumidores mais vulneráveis é uma das prioridades do Governo. Sendo por isso também destacado a importância de controlo dos preços no setor, seja na eletricidade, gás ou combustíveis, ideias que foram reforçadas no período de perguntas e respostas. 
Para concluir Jorge Seguro Sanches deixou ainda rasgados elogios à gestão do concelho de Tomar que considerou “muito bem cuidado” e sublinhou o trabalho do deputado Hugo Costa na Assembleia da República na coordenação dos temas energéticos.

segunda-feira, outubro 03, 2016

Comunicado da Comissão Política Concelhia

Tendo reunido a Comissão Politica do Partido Socialista de Tomar, hoje dia 24 de Setembro de 2016, na sequência dos desenvolvimentos políticos mais recentes decidiu tornar público o seguinte comunicado:
1.Considerando os factos e atitudes protagonizados pelo militante Luís Ferreira em prejuízo do Partido Socialista, seus militantes, da Câmara e da Assembleia Municipal a Comissão Politica decidiu por unanimidade confirmar a inexistência de condições para manter a relação de confiança política ao militante em causa;
2.Recordar, mais uma vez, que pelo PS Tomar se pronunciam os seus órgãos estatutários (nomeadamente o presidente da concelhia, secretariado e comissão política concelhia), não sendo admissível nem tolerável que quaisquer outras apreciações (verdadeiras ou falsas) sejam entendidas como vinculando o PS. Essas afirmações só comprometem os seus autores.
3.Sublinhar o trabalho do executivo camarário, ponderada mas arrojadamente concretizado, para a resolução de problemas graves do concelho, uns com muitas décadas, outros mais recentes (caso do Mercado Municipal, Parque T ou dezenas de estradas), de modo a dotar o concelho de melhor condições para encarar o futuro;
4.Reconhecer o empenho que vem sendo posto em prática pelos autarcas das freguesias do Partido Socialista, demonstrando a sua capacidade para resolver os reais problemas das populações, honrando e dignificando desinteressadamente o nome do partido, mas também a função para a qual foram eleitos;
5.Manifestar o nosso agrado pela confirmação, na voz do senhor Ministro da Saúde, sobre o regresso, ainda durante o mês de Outubro, da Medicina Interna ao Hospital de Nossa Senhora da Graça em Tomar.
Tomar, 24 de setembro de 2016
Comissão Política Concelhia do PS

segunda-feira, junho 13, 2016

Comunicado Presidente da CPC


Reunida a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista no dia 10 de Junho entendo dar conhecimento do seguinte:

1 – O reconhecimento do trabalho realizado pelos autarcas do Partido Socialista no concelho, nomeadamente com investimento e resolução de problemas antigos como a Ponte do Carril, a melhoria da rede viária e do saneamento no concelho;
2 – Que os acordos e diálogo com as demais forças políticas devem ser mantidos, tendo como fim os resultados positivos para o concelho;
3 – Satisfação com o anúncio do Sr. Ministro da Saúde sobre o regresso da Medicina Interna ao Hospital de Nossa Senhora da Graça em Tomar;

4 – Que, conforme já repetido, pelo PS Tomar falam os seus órgãos (nomeadamente o Presidente da concelhia), não sendo aceitável e tolerável que opiniões particulares e pessoais venham para a opinião pública, como sendo em nome do PS, quando não o são. Essas divulgações, verdadeiras ou não, apenas responsabilizam quem as faz, sendo realizadas à revelia dos órgãos do Partido Socialista, do Presidente do PS Tomar e da Presidente de Câmara Municipal.

Presidente da CPC do PS Tomar, Hugo Costa

domingo, junho 05, 2016

Hugo Costa eleito para a Comissão Nacional do Partido Socialista



Neste fim-de-semana realizou-se o 21 Congresso Nacional do Partido Socialista (PS) na cidade de Lisboa. Tomar esteve representado por uma lista de delegados que foi encabeçada pelo Presidente de Junta de Freguesia Arlindo Nunes, uma demonstração da importância dos Presidentes de Junta no concelho. Estiveram como delegados no congresso os militantes socialistas Ricardo Simões, Sara Costa, Vasco Marques, Fátima Duarte e Luísa Patrício. Eram inerentes ao congresso Anabela Freitas, José Pereira e Hugo Costa. Muitos foram igualmente os militantes socialistas tomarenses que passaram por Lisboa.



O presidente da concelhia de Tomar e deputado Hugo Costa foi eleito para a Comissão Nacional do PS na lista adstrita ao primeiro-ministro António Costa. Hugo Costa que também é o coordenador distrital do Gabinete de Estudos do PS é assim reeleito para o órgão máximo entre congressos. Entre as intervenções do congresso também tivemos a intervenção de Hugo Costa que sublinhou a necessidade histórica deste acordo de Governo, e os desafios que se avizinham.

terça-feira, maio 31, 2016

Comissão Política Concelhia no próximo dia 10 de junho

Nos termos das normas regimentais e estatutárias aplicáveis, convoco uma reunião ordinária da Comissão Política Concelhia, para o próximo dia 10 de Junho de 2016, na antiga Junta de Santa Maria dos Olivais,  pelas 18H00,  com a seguinte ordem de trabalhos:

1 - Informações;
2 - Análise da situação política.
3 - Outros Assuntos de Interesse para o Concelho.

O presidente da Comissão Política Concelhia
Hugo Costa

sábado, maio 21, 2016

Elza Pais encerra campanha em Tomar


A deputada e Presidente das Mulheres Socialistas nacionais encerrou a campanha a nível nacional no concelho de Tomar, na apresentação ao distrito de Santarém.



Perante uma sala completamente cheia, existiram intervenções do Presidente do PS Tomar Hugo Costa, as Presidente de Câmara Municipal de Tomar (Anabela Freitas) e Alcanena (Fernanda Asseiceira). Ambas apoiantes da candidatura desde a primeira hora. Além das palavras da mandatária Maria do Céu Albuquerque e do mandatário Francisco Madelino.



A eleição de Elza Pais permitirá a Anabela Freitas estar presente na Comissão Política Nacional das mulheres socialistas.  A valorização do papel da autarca de Tomar pelo PS nacional é um sinal político de futuro.

sexta-feira, maio 20, 2016

PS Tomar em defesa da saúde no concelho



O Partido Socialista de Tomar (PS Tomar) está ciente da importância dos serviços da saúde no concelho, por isso, saúda a aprovação que foi feita hoje na Assembleia da República dos Projetos de Resolução que visam repor a medicina interna em Tomar, assim como, melhorar a urgência, e outras valências. Salientamos que os referidos Projetos tiveram os votos favoráveis dos deputados do PS, BE, PCP e PEV. Os deputados do PSD, CDS e o deputado do PAN abstiveram-se.

O debate na Comissão de Saúde foi realizado no Partido Socialista pelo deputado tomarense Hugo Costa, que é igualmente o relator da Petição sobre o Hospital Nossa Senhora da Graça. O PS Tomar lamenta desta forma, que mais uma vez o PSD e CDS não querem estar ao lado da solução e da melhoria dos serviços de saúde na região.

O PS Tomar continuará intransigente na defesa do Serviço Nacional de Saúde.

sexta-feira, maio 13, 2016

Hugo Costa Vice-Presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal/Noruega


O deputado eleito pelo círculo eleitoral de Santarém, Hugo Costa foi indicado pelo Grupo Parlamentar do Partido Socialista para Vice-Presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal/Noruega.


Os grupos parlamentares de amizade têm como objeto o diálogo e a cooperação com os parlamentos dos países amigos de Portugal, promovendo as ações necessárias à intensificação das relações entre ambos.

Hugo Costa faz parte igualmente dos grupos parlamentares de amizade com a Bulgária e Irlanda.

segunda-feira, maio 09, 2016

Assembleia da República aprova baixa das portagens


Na última 6f foi aprovado na Assembleia da República um projeto de Resolução do Partido Socialista (PS) para que seja implementado, no mais curto prazo possível, o processo de redução do valor das portagens nas autoestradas do interior e nas vias rodoviárias sem alternativas adequadas de mobilidade e segurança. Este projeto não teve o apoio das bancadas do PSD e CDS.



Este projeto teve a assinatura de vários deputados do PS, entre eles o Presidente do PS Tomar Hugo Costa. Este projeto permitirá reduzir as portagens, nas antigas portagens sem custos para o utilizador (SCUTs) do interior. Entre essas autoestradas temos a A23, que é crucial para a mobilidade do nosso concelho com a região e o país.



A questão da A13 faz sentido a sua luta, mas é uma questão jurídica diferente, visto nunca ter sido sem custos para o utilizador a viagem Tomar-Coimbra. O PS Tomar continuará a defender a redução das respetivas portagens. Não devemos deixar de sublinhar que o Governo do PS está a cumprir para com o interior e a nossa região programa eleitoral.



PS Tomar

terça-feira, abril 26, 2016

"Os presidentes de junta eleitos pelo PS, só não serão recandidatos se não quiserem"

Convite formal à recandidatura dos atuais presidentes de junta, eleitos pelo PS, foi o principal desafio lançado no tradicional almoço de 25 de abril, da família socialista de Tomar, na intervenção do deputado e presidente do PS de Tomar Hugo Costa.
 
Após mais uma comemorações oficiais do 25 de abril, que desde a vitória do PS em 2013, o Município passou a dignificar com uma sessão solene da sua assembleia municipal, cerca de uma centena de socialistas juntaram-se em ameno convívio neste dia da liberdade.
 
Pontuado o almoço com as intervenções da coordenadora da JS, Sara Costa, do presidente da concelhia, Hugo Costa e da presidente da câmara, Anabela Freitas, foi dado ênfase e destaque aos principais valores em análise neste dia, desde logo a Liberdade e a Solidariedade.
 
Foi feito o grande desafio a que os atuais presidentes Augusto Barros, Arlindo Nunes, Carlos Rodrigues e António Graça, se recandidatem a mais um mandato, contribuindo assim para a continuidade dos importantes projetos de desenvolvimento que, com o apoio da câmara PS, vêm concretizando nas suas freguesias.

domingo, abril 17, 2016

Socialistas de Tomar reforçam responsabilidades na sua direção distrital

Foram eleitos os novos órgãos dirigentes do PS distrital de Santarém, onde o deputado e presidente da Concelhia de Tomar do PS, Hugo Costa, foi de novo eleito coordenador do Gabinete de Estudos Distrital.

Do anterior Secretariado da Federação continua Nuno Ferreira, sendo que Anabela Estanqueiro e Luís Ferreira foram de novo chamados à direção política distrital, num mandato que, como ficou vincado nesta primeira comissão política distrital, que se reuniu em Santarém na passada sexta-feira, ficará marcado pelo empenho e preparação das candidaturas às 21 câmaras e 144 freguesias do distrito de Santarém.

Hugo Costa, Luis Ferreira e Nuno Ferreira, Anabela Freitas, Anabela Estanqueiro e Celeste Nunes
Esta é, mais uma vez, a maior representação de sempre de tomarenses na direção distrital do PS, não só num justo reconhecimento ao enorme contributo que esta estrutura tem dado ao sucesso dos socialistas no Ribatejo, como ao natural valor político de todos os seus protagonistas.

De recordar que em mandatos anteriores já Anabela Freitas, Hugo Cristóvão e António Alexandre, deram o seu contributo ao mais alto nível de responsabilidades distritais, sempre com a responsabilidade e empenho, marca indelével e apanágio dos socialistas nabantinos.

A continuidade da gestão socialista do município de Tomar, com a manutenção da gestão nas atuais freguesias e a conquista da responsabilidade em mais algumas das atuais sete que não são geridas pelo PS no Concelho de Tomar, fazem assim parte dos grandes objetivos traçados distritalmete e que contarão com o trabalho da renovada direção distrital dos socialistas.

terça-feira, abril 12, 2016

Eduardo Cabrita ouve em Tomar dezenas de sugestões de autarcas socialistas

A sessão de trabalho que decorreu em Tomar, na antiga sede da junta de Santa Maria dos Olivais, reuniu mais de uma centena de autarcas eleitos dos Distritos de Santarém e Leiria.
 
Recebidos pelos presidentes da concelhia, deputado Hugo Costa e da câmara municipal, Anabela Freitas, os responsáveis do governo pelas autarquias locais, o secretário de estado, Carlos Miguel (ex-presidente da câmara de Torres Vedras) e o Ministro Adjunto Eduardo Cabrita, responderam a inúmeras questões levantadas pelos membros das juntas e assembleias de freguesia, deputados municipais, vereadores e presidentes de câmara.
 
Presidiu à sessão, a Secretária-geral adjunta, Ana Catarina Mendes, a qual acompanhada pela secretária nacional responsável pelas autarquias, e ex-presidente da câmara municipal de Vila Franca de Xira, Maria da Luz Rosinha, aproveitaram a massiva presença de autarcas em Tomar, para tomar nota das suas sugestões e desejos que, em prol do melhor desenvolvimento das populações, estes apresentaram.
 
O Ministro Eduardo Cabrita, na sua longa exposição inicial, fez um circunstanciado elencar das medidas do orçamento de Estado para 2016, onde a posição das autarquias e de outros aspetos com influencia na vida do dia a dia destas. Entre outras ganha destaque o razoável aumento das dotações financeiras para as freguesias, face à situação financeira do País, e a maior flexibilização para a contratação de trabalhadores nas freguesias e municípios, os quais deixam de estar limitados, face às necessidades que vierem a ser sentidas, para a prossecução das inúmeras missões a que, por lei, estão obrigados.
 
Ficou entre todos o perene compromisso de, face às circunstâncias especiais da governação do País, promover cada vez mais reuniões de trabalho com os autarcas para, assim, poder recolher mais sugestões, as quais permitam dar continuidade ao esforço conjunto de, mantendo um elevado nível de desempenho e responsabilidade das governações socialistas nas autarquias locais, obter através da sua experiência, mais valias para a governação do País.

terça-feira, abril 05, 2016

Autarcas de Leiria e Santarém reúnem em Tomar, com Ministro Eduardo Cabrita, para avaliar políticas do Governo

No seguimento do que é um compromisso do Secretário-Geral, António Costa e da Secretária-Geral Adjunta, Ana Catarina Mendes, de manter com os Autarcas uma relação permanente, que permita articular políticas e dessa forma dar cumprimento quer ao programa eleitoral das autárquicas, quer ao programa do Governo, realiza o PS uma sessão de trabalho com autarcas dos Distritos de Santarém e Leiria, no dia 8 de Abril (Sexta-feira), pelas 21.00 horas, no Salão Nobre da antiga Junta de Freguesia de Santa Maria dos Olivais, na Rua Major Ferreira do Amaral, em Tomar.

Nesta reunião contaremos com a participação da Secretária-Geral Adjunta, Ana Catarina Mendes, da Secretária Nacional Maria da Luz Rosinha e do ministro adjunto Eduardo Cabrita, responsável pelas Autarquias Locais, para informação das medidas prioritárias, a implementar nos próximos anos em Portugal, com especial impacto na vida das Freguesias e dos Municípios portugueses.

Nota: A comunicação social poderá obter imagens e sons do início da reunião.

Ana Catarina Mendes, em debate em Tomar o ano passado

segunda-feira, março 21, 2016

Dirigentes socialistas de Tomar eleitos na Federação de Santarém

Em resultado do Congresso realizado neste sábado na Barquinha, foram eleitos para um mandato que terminará em 2018, os novos dirigentes do PS do Distrito de Santarém.

Foi ainda aprovada, por unanimidade, a Moção de Estratégia proposta pelo Presidente António Gameiro, denominada "Unir o Ribatejo, ganhar 2017", onde está contemplada a estratégia de atuação da Federação de Santarém para os próximos dois anos, ganhando aí natural destaque a aposta na manutenção da presidência das 13 Câmaras e 82 freguesias do Distrito, bem como o esforço na conquista de muitas mais.
 

Da Concelhia de Tomar foram eleitos:
 
- para a Comissão Política Distrital, Hugo Costa, Anabela Freitas, Anabela Estanqueiro, Hugo Cristóvão, Luís Ferreira, Nuno Ferreira, Fátima Duarte, Susana Faria e António Alexandre, tendo ainda como suplentes Ricardo Simões, Celeste Nunes e João Cardoso.
 
- O novo presidente da Comissão Federativa de Jurisdição é o nosso camarada Vasco Marques.
 
- O novo presidente da Comissão Federativa de Fiscalização Económica e Financeira é o nosso camarada Américo Freire, onde ainda foi eleita Sílvia Sousa.
 
A estes, soma-se ainda a líder da JS de Tomar, Sara Costa, que foi eleita no Congresso da JS, como uma das sete representantes da organização dos jovens socialistas na Comissão Política Distrital do PS.
 
Esta é a maior representação de sempre de dirigentes eleitos pela Concelhia de Tomar, nos órgãos da Federação de Santarém, refletindo evidentemente o empenho e a responsabilidade com que os nossos dirigentes têm, ao longo dos últimos anos, trabalhado em prol de todos.

terça-feira, março 15, 2016

PS Tomar debate Orçamento do ano 2016


A sede da Junta de Santa Maria dos Olivais acolheu na passada segunda-feira dia 14 de março um debate sobre o Orçamento do Estado do ano de 2016.  A organização foi da concelhia de Tomar do Partido Socialista (PS). O convidado da noite era o vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS, o deputado João Paulo Correia, que coordena no campo do PS os trabalhos parlamentares na área do Orçamento.

Antes da intervenção principal, o Presidente do PS Tomar o deputado Hugo Costa deu as boas vindas ao convidado, fazendo igualmente uma pequena introdução ao Orçamento do Estado e como este era um documento que repõe salários e direitos, sublinhado os ganhos para Tomar e para região presentes neste documento. Esteve também presente, o Presidente da Distrital do PS, o deputado António Gameiro que realçou a cooperação existente entre a distrital e a concelhia, assim como a qualidade do convidado da noite. A Presidente de Câmara Anabela Freitas introduziu o tema, sublinhando os ganhos na autonomia das autarquias municipais, e o caminho ainda por percorrer.

O deputado João Paulo Correia sublinhou na intervenção e no debate subsequente, que este era um orçamento de compromisso e que cumpria todos os acordos, e o programa eleitoral do PS. Destacou a aposta no emprego, no crescimento económico, na escola pública e na devolução dos salários. Num concelho turístico como é Tomar destacou a descida do IVA da restauração e desmitificou muitas ideias que são vidas de forma errada sobre o orçamento.

Este foi mais uma iniciativa da concelhia do PS Tomar. Em breve teremos outros convidados, para juntos trabalharmos por um concelho melhor.

domingo, março 13, 2016

Orçamento Geral do Estado em debate nesta segunda-feira em Tomar


Promovido pela concelhia de Tomar do PS, realiza-se nesta segunda-feira, dia 14 de março de 2016, a partir das 21H00, na antiga sede da junta de Santa Maria dos Olivais, um importante debate, sobre os desafios do proposto Orçamento de Estado para 2016, que foi aprovado "à esquerda" no Parlamento.
 
O orador principal do debate será o deputado João Paulo Correia, vice-presidente da bancada do PS na Assembleia da República e coordenador dos deputados socialistas na Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa.
 
Os desafios deste novo Orçamento de Estado, foram devidamente enquadrados pelo líder parlamentar do PS, no encerramento do debate na generalidade.
 
 

segunda-feira, março 07, 2016

Deputado do PS consegue confirmação da Medicina Interna no Hospital de Tomar

Ministro confirma intenção de devolver Medicina Interna ao Hospital de Nª Sra. da Graça, em Tomar, no contexto da valorização do Centro Hospital do Médio Tejo, em resposta ao Deputado Hugo Costa, Presidente do PS de Tomar.

sexta-feira, março 04, 2016

Delegados de Tomar ao Congresso da Federação

Neste sábado, dia 5 de março, foram realizadas as eleições para Presidente e delegados ao Congresso da Federação Distrital do PS de 2016.

António Gameiro é recandidato único a Presidente da Federação, para o mandato 2016-18.

Em Tomar, houve uma única lista de candidatos a delegados.

LISTA DE DELEGADOS
UNIR O RIBATEJO – GANHAR 2017

1 – Hugo Costa
2 – Hugo Cristóvão
3 – Fátima Duarte
4 – Rui Serrano
5 – Nuno Ferreira
6 – Anabela Estanqueiro
7 – Vasco Marques
8 – António Alexandre
9 – Sara Costa
10 – António Cúrdia
11 – Arlindo Nunes
12 – Susana Faria
13 – Artur Damásio
14- Virgílio Saraiva
15 – Celeste Nunes
16 – Ricardo Simões
17 – Américo Freire
18 – Luísa Henriques
19 – António Costa Marques
20 -  Carlos Silva Lopes
21 – Silvia Sousa
22 – Orlando Narsiso
23 – Fernando Graça
24 – Luísa Patrício
25 – João Cardoso
26 – Maria Jesus Freitas
27 – António Mendes
28 – José Carlos Godinho
29 – Maria Luz Sousa
30 – Jerónimo Henriques
31 – José Narciso
Suplentes
1 – Joana Nunes
2 – Manuel Oliveira
3 – Marcelino Almeida
4 – Susana Oliveira
5 – Daniel Oliveira
6 – João Ribeiro
7 – Filipa Pereira
8 – Bruno Gomes
9 – Moisés Carlos
10 - Patrícia Cristóvão
11 – Tiago Costa
12 – Filipa Garcia
13 – António Carvalho
14 – Vera Ferreira
15 - José Pereira
16 – Anabela Freitas

Delegado inerente
Presidente da Comissão Federativa de Fiscalização Económica e Financeira - Luis Ferreira

sexta-feira, fevereiro 19, 2016

Um Orçamento de Estado responsável



 

Caras e Caros Camaradas,
O Governo apresentou recentemente a sua proposta de Orçamento do Estado para 2016. É um instrumento fundamental para que possa ser dado início ao cumprimento aos compromissos apresentados pelo Partido Socialista aos eleitores.
Como o nosso Secretário-Geral, e agora Primeiro-Ministro, tem dito frequentemente, este é o primeiro orçamento do atual Governo. Isto porque o horizonte que a todos nos deve nortear são os quatro anos da legislatura iniciada em outubro de 2015.
De qualquer modo, este primeiro Orçamento marca já um sinal de mudança face aos orçamentos anteriores apresentados pelos partidos políticos da Direita. Conscientes de que iniciámos um caminho alternativo e de que é possível dar uma vida melhor aos portugueses, fazemos-lhe chegar um conjunto de informação sobre a proposta de Orçamento do Estado.
Acreditamos que estes dados são úteis, enquanto militante do Partido Socialista, para que, com mais informação, possamos discutir este tema. A sua militância informada e ativa será fundamental para que o Partido Socialista, agora com responsabilidades governativas, possa fazer chegar a sua mensagem, de esperança num futuro melhor, a um cada vez maior número de pessoas.
Saudações Socialistas,
 
Ana Catarina Mendes
Secretária-Geral Adjunta
 
 
Pode aceder ao resumo das grandes linhas do Orçamento de Estado para 2016,  aqui

domingo, janeiro 17, 2016

Hugo Costa anunciou recandidatura de Anabela Freitas à Câmara de Tomar

Notícia in www.cidadetomar.pt


Deputado Hugo Pires, o Secretário Nacional da Organização do PS

"O Partido Socialista (PS) de Tomar aproveitou o almoço de Ano novo, realizado no sábado, 16 de janeiro, para anunciar que a atual presidente da câmara, Anabela Feitas, vai recandidatar-se ao cargo nas eleições autárquicas de 2017.

O anúncio foi feito por Hugo Costa, líder da Concelhia Socialista de Tomar, no evento que foi organizado pela estrutura local do partido no restaurante "O Escondidinho", tendo participado no mesmo cerca de cem militantes e simpatizantes.

Um evento que contou com as presenças do deputado e líder distrital do PS, António Gameiro, do líder distrital da JS, Tiago Preguiça e do secretário nacional do PS para a Organização, Hugo Pires.

A menos de dois anos das eleições autárquicas, o PS Tomar é a primeira força política a anunciar o seu candidato à câmara. "Podem contar com o empenho do PS Tomar para essa vitória. Tomar não pode voltar ao passado", referiu Hugo Costa na ocasião.

Na passada semana, e após uma reunião interna de 9 de janeiro, a concelhia do PS de Tomar tornou público um comunicado que fazia antever este cenário: “Foi unanimemente reforçada a confiança na presidente da Câmara Municipal, Anabela Freitas, para conduzir o concelho ao patamar que lhe pertence por direito próprio, bem como para encarar os imensos desafios que se colocam num futuro próximo e que serão determinantes para construir e solidificar um município do século XXI”, referia o documento.
Cerca de 100 militantes, autarcas e simpatizantes do PS de Tomar estiveram este ano presentes

Neste sábado, dia 16 de janeiro de 2016, foi declarada publicamente a recandidatura de Anabela Freitas à presidência da Câmara Municipal de Tomar."
Anabela Freitas, em 2013, no início do seu
percurso que a levaria Presidente da Câmara
 
 

terça-feira, dezembro 15, 2015

OPOSIÇÃO TENTA BLOQUEAR TRABALHO DA JUNTA URBANA DE TOMAR

COMUNICADO
 

Junta e Mesa da Assembleia de Freguesia
O Partido Socialista de Tomar consciente das implicações públicas que a recusa do orçamento da Junta Urbana para 2016, pela coligação maioritária na assembleia de freguesia, estabelecida entre os eleitos pelo PSD e pelos independentes, decide tornar público o seguinte:

1 –   O PS respeita integralmente a expressão democrática maioritária tomada pelos membros da assembleia de freguesia urbana, uma vez que não querendo a maioria dos eleitos pelo PSD e pelos independentes que haja continuidade e reforço das obras que vêm sendo realizadas por toda a freguesia urbana, estão no seu legítimo direito de, assim pensam eles, procurar bloquear a continuidade do empenho que esta junta vem tendo no desenvolvimento local;

2 –   O PS respeitando a democracia, não pode no entanto deixar de lamentar profundamente que os eleitos pelo PSD e pelos independentes recusem um orçamento que pretendia, em 2016, reforçar o apoio social aos mais desfavorecidos, aumentar as atividades vocacionadas para os mais jovens da freguesia e ainda continuar o esforço de recuperação das estradas e caminhos públicos, deixadas durante décadas ao abandono, pela gestão PSD da Câmara e muito especialmente pela anterior junta de freguesia de Santa Maria dos Olivais;


Encerramento do "Junta'Anima" deste Verão, um sucesso reconhecido por todos
3 –   O PS compreende que, o que esta oposição pretenderia era que a junta deixasse de fazer o bom trabalho que tem feito, estabelecendo parcerias com entidades públicas e privadas, transformando a Junta de Freguesia Urbana num parceiro respeitado, que ajuda, que concretiza e que apoia todos, sem olhar a credos ou cores políticas, o que no passado não acontecia, cumprindo assim apenas a sua missão pública, para a qual foram eleitos;

Exemplo dos trabalhos realizados e que tanto preocupam a oposição
4 –   O PS está convicto que os cidadãos saberão bem separar o trigo do joio, percebendo que esta desesperada tentativa de parar o trabalho da Junta Urbana, é de todo inglória, e que esta junta continuará, estamos certos disso, com o apoio justo e protocolado da Câmara Municipal, a contribuir para, dia a dia, melhorar as condições de vida de todos os que residem, neste caso, na freguesia urbana.

 O Secretariado do PS de Tomar

domingo, dezembro 13, 2015

Pergunta sobre o curso de Fotografia



O Presidente do PS Tomar e deputado Hugo Costa foi o primeiro subscritor de una pergunta sobre a situação do Instituto Politécnico de Tomar demonstrando a proximidade que vai caraterizar o seu mandato.

Assunto: Licenciatura em Fotografia do Instituto Politécnico de Tomar (IPT)

Destinatário: Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Exmo. Sr. Presidente da Assembleia da República

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista teve conhecimento que os alunos da licenciatura em Fotografia do Instituto Politécnico de Tomar (IPT) encetaram com conjunto de iniciativas como protesto contra a falta de professores no curso.
O principal motivo de descontentamento dos alunos prende-se com o facto de estarem desde o início do ano letivo sem aulas em duas disciplinas que consideram fundamentais na sua formação – Emulsões e Processos de Impressão com Ouro, Platina e Pigmento – lecionadas por um docente cuja contratação para o presente ano letivo não foi assegurado.
Assim como o fato de não ter sido renovado o contrato com o docente responsável há 13 anos pela área técnico-científica de Materiais e Processos Históricos em Fotografia, assim como o contrato com a docente responsável há oito anos pelas aulas práticas ter terminado, sem que sua renovação tenha sido realizada.
Este protesto dos alunos segue-se à greve dos docentes da licenciatura em Fotografia, pelo fato de não terem chegado acordo com os órgãos dirigentes da escola e do IPT.
É do entendimento dos deputados do Grupo Parlamentar do Partido Socialista que é urgente a resolução desta situação.
Atendendo ao exposto, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, os Deputados dignatários vêm por este meio dirigir ao Governo, através do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, as seguintes perguntas:

  1. Está o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior ciente desta situação?

  2. Quais as diligências realizadas com vista à resolução desta situação?

Palácio de São Bento, 11 de Dezembro de 2015

Os Deputados,
Hugo Costa
António Gameiro
Idália Salvador Serrão


sexta-feira, novembro 13, 2015

Um orçamento (de 2016) para as pessoas, num "Tomar positivo"

https://drive.google.com/file/d/0Bzvq13GYDWJVc3dEVnl3b3EyV0k/view?usp=sharing

UM ORÇAMENTO PARA AS PESSOAS
por Hugo Costa, presidente da Concelhia

O orçamento do ano de 2016 coloca como ponto central a habitação social. Na sociedade contemporânea não é aceitável existirem cidadãos como nós sem o mais elementar direito a um teto condigno. O artigo 75º da Constituição da República é claro nesse direito. E Tomar durante 16 anos esqueceu este assunto no mais total preconceito.

Outros pontos que devem ser sublinhados é a recuperação da divida. Uma gestão irresponsável do PSD com processos faraónicos, como é exemplo o do PARQ T, colocou Tomar com um Município sufocada financeiramente. Apesar disso a nossa gestão, já permitiu fazer descer o montante total da divida consideravelmente.

Mesmo comos poucos recursos disponíveis será possível neste ano de 2016, a realização de obras fundamentais para todo o concelho, como a  construção efetiva da Ponte do Carril e o início do Centro Escolar da Linheira, assim como a continuação da melhorias da rede viária em todo o concelho em parceria. A aposta é por isso nas pessoas e os maiores recursos financeiros nas freguesias onde o trabalho de proximidade é uma realidade.
 
Contamos com todos.